sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Hero Quest

Mais um da sessão "recordar é sofrer de novo". Hero Quest tinha uma proposta meio rpgística. Sim, havia um "mestre" que comandava inimigos e de um a quatro jogadores controlando os heóis (um mago, um anão, um bárbaro e um elfo). Cada herói tinha uma mini-ficha e a caixa vinha com um tabuleiro e um livro de aventuras; depois foram lançadas algumas expansões.

A versão americana original tinha um ponto muito alto: as miniaturas de orcs, goblins, esqueletos e afins que eram muito legais. Havia ainda miniaturas de mobília do calabouço, tiles especiais e até portas que ficavam abertas e fechadas, era fenomenal. Esse jogo chegou a ser lançado no Brasil pela Estrela, mas vinha com toscas miniaturas de papel 2D que você podia jogar no lixo depois de usar.

Quando eu tinha 11 anos de idade era um jogo genial. Hoje eu prefiro guardar apenas como uma lembrança saudosa da infância.

2 comentários:

raravanelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
raravanelli disse...

Para quem quiser aprofundar mais o conhecimento sobre esse incrível jogo de tabuleiro, existe um site na Internet bem completo sobre o assunto: www.heroquest.h-br.com