domingo, 20 de agosto de 2017

Coleção "E agora você decide": um livro jogo 100% brazuca dos anos 1990

No começo da década de 1990 começaram a bombar aqui no Brasil os livros jogos da série Aventuras Fantásticas. Eram jogos que você escolhia caminhos baseados em árvores de decisão e devia rolar dados quando se deparava com algum inimigo. Na época joguei todos os que foram lançados e guardo até hoje essa coleção com muito carinho. Os livros eram traduzidos do inglês, vale dizer.

Na mesma época, aproveitando o embalo da série gringa, a Ediouro lançou em território tupiniquim a série "Enrola e Desenrola". A ideia era a mesma, mas os livros eram narrativas mais curtas, sem combates e sempre ambientados com temas mais próximos do cotidiano brasileiro. Essa semana, em uma limpeza de armário, acabei encontrando um exemplar chamado "Os Fantásticos Urbanóides".



Só comprei esse título da coleção, mas me lembro que era divertido. Era a história de um garoto que precisava fugir de uns replicantes que passavam a dominar a cidade.

Legal saber que é produção brasileira.

Mais um achado lúdico que registro aqui. Sempre gosto de lembrar que o intuito original deste blog sempre foi fazer um registro de tudo que joguei offline em minha vida.

Até o final da limpeza do armário devo achar mais.

#GoGamers

domingo, 13 de agosto de 2017

LINGK

LINGK é o sétimo volume da série GIPF. É um game no qual o autor Kris Burm reuniu características dos outros seis jogos do GIPF project (GIPF, TZAAR, ZÈRTZ, DVONN, PÜNCT e YINSH) para criar um novo embate abstrato para dois jogadores. A coleção está reeditada pela Rio Grande Games e o estranhíssimo TAMSK foi excluído do pacote.



Como os demais jogos da série, este aqui também é para dois jogadores. Regras fáceis de entender e jogo difícil de dominar (como manda o contrato dos games abstratos). Cada peça circular homenageia com uma cor um dos outros seis jogos da série. Em LINGK o objetivo é fazer pilhas de cinco cores diferentes. No entanto, no início da partida, as seis cores não pertencem a ninguém. Conforme se desenrola o combate é que os jogadores podem clamar uma cor para si e, a partir disso, as cores não podem ser movimentadas pelos oponentes.



O LINGK é uma manobra do game que permite um jogador andar por cima de outras peças de sua cor para chegar em uma peça de cor diferente. Após umas poucas partidas, deu pra perceber que o LINGK é um dos mais difíceis da série de captar o mecanismo central. Ele parece rápido e simples, mas tem uma complexidade sutil e elegante.



Eu tenho a coleção completa no formato antigo, mas não vou mentir que coça a mão para vender e comprar a coleção nova com caixas quadradas e maiores.

Mais um bom abstrato para a coleção. Esse vai render boas discussões na aula.

#GoGamers

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Workshop de Prototipação de Board Games

Hora de divulgar um curso bem bacana que vou ministrar na Encounter Board Game Café! Dia 26/9 teremos o primeiro workshop de prototipação de board games na área.



Gosta de board games e card games? Já pensou em criar o seu próprio jogo de tabuleiro, mas não sabe por onde começar? Já tem seu jogo protótipo, mas quer aperfeiçoá-lo? Esta oficina é para você.

Utilizando um kit básico de game design, iremos dar vida a uma ideia de game, do conceito até o primeiro protótipo.

Conteúdo da oficina:
- Técnicas de rascunho de grid de tabuleiros
- Como montar cartas, tabuleiros e outros materiais com qualidade técnica
- Quais materiais não podem faltar para um protótipo de qualidade
- Ideias iniciais para sessões de beta test
- Desenvolvendo um game de "race to the end"

IMPORTANTE:
1) os participantes irão receber gratuitamente um game design kit básico composto de dados variados, tokens, fichas, peões coloridos, estilete, padrões consagrados de grid e canetas coloridas.
2) todos irão manusear materiais pré-selecionados e colocarão a "mão na massa" para fazer cartas, tiles, tabuleiros e outros materiais.
3) após a oficina os participantes poderão permanecer no Encounter trocando ideias ou jogando os jogos da casa e estarão isentos da entrada

Investimento: R$220,00
Vagas: 10 (inscrições até dia 23/08/17)

INSCRIÇÕES + INFORMAÇÕES: guialmeida1981@gmail.com

ATENÇÃO! Apenas a confirmação no post do evento NÃO garante a vaga.

Clique aqui para ver mais.

#GoGamers

domingo, 6 de agosto de 2017

Cervejaria Artesanal São Paulo: pra beber e jogar

A Cervejaria Artesanal São Paulo é um lugar bem legal pra tomar com os amigos. Lá tem um cardápio de cervejas variado cheio de boas opções. Pra completar, o lugar tem uma estante com excelentes títulos de board game. De verdade, me surpreendi com a variedade. Além dos analógicos, tem um arcade que dá pra jogar vários clássicos. Algumas fotos do lugar:









Vale a visita!

Rua Paracuê, 141 - Sumaré, São Paulo - SP, 01257-050

#GoGamers

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Tides of time

Excelente título para duas pessoas. Joguei recentemente em uma visita que fiz na Encounter Board Game Café. É muito simples: o game é de draft. Você coloca uma carta na mesa e passa sua mão para o adversário. Joga-se com 5 cartas durante três rodadas. No fim de cada rodada uma carta é decartada e outra vira um poder permanente na mesa. O objetivo é montar combos com o poder/ícone/habilidade das cartas.



Tem uma camada temática de fantasia (com ilustras bem legais, por sinal) que serve para dar uma tematizada interessante no game.



É o tipo de game que eu adoro: o designer pega 15 cartas e uns marcadores e faz um game com alto replay e bem legal para dois jogadores. Uma aula mesmo. Eu adoro essa economia de componentes e síntese; por isso gosto tanto do Love Letter, Coup, Robotory e tantos outros.

Surpresa interessante. Mais um pra wishlist e tem versão nacional lançada pela Funbox.

#GoGamers

domingo, 23 de julho de 2017

Vagabond Games and Collectables & King of Cards: duas loja de games de Auckland (Nova Zelândia)

Depois da jornada australiana que comentei nesse post aqui, vim 100% de férias para a Nova Zelândia. País mais do que legal. Terra emblemática do rúgbi e de esportes radicais. Visitei duas lojas e vou contar um pouquinho sobre elas aqui:

VAGABOND

Em Auckland visitei uma loja bem bacana chamada "Vagabond". Sem muitas novidades no cardápio por aqui. A variedade é grande, mas não há nada que não se encontre em uma loja europeia ou americana (bom, é o preçp do capitalismo). Questão é que os preços são beeeeeem salgados. Eu estava pensando em comprar o CODENAME: UNDERCOVER para fechar a coleção, mas o preço estava impraticável.



Na real, cheguei num momento que vou começar a vender parte da minha coleção. Estou com muita coisa e, logicamente, a maior parte delas está pegando pó.







KING OF CARDS

Como o leitor ou leitora deve intuir: o foco dessa loja é card game. Logicamente, Magic imperando. É daquelas lojas que os caras possuem o que você quiser no estoque. Tem vitrine com BLACK LOTUS, MOX e mais uma cacetada de raridade que custam quatro ou mais dígitos. Fui tirar uma foto da vitrine de preciosidades e o cara proibiu veementemente.

Apesar do foco em cards, a loja tem um estoque respeitável de board games também.



***

Aqui fiz duas coisas legais demais. Explorando as ideias clássicas do Roger Caillois sobre a eterna busca humana pelo "vertigo" e horror lúdico, andei pendurado em cabos do lado de fora de uma torre de 120m e pulei de bungy jump de 40m! Vídeos e fotos a seguir!




Dá oi pra câmera!


Medinho épico!


Adrenaline rush!

#GoRadicalGamers

terça-feira, 18 de julho de 2017

Domingão é dia de workshop de game design no Encounter Board Game Café

Oooooooopa! Que tal passar uma tarde de domingo discutindo teorias e práticas de game design? Que tal, de quebra, levar um jogo HÚSZ do autor deste humilde site? Pois é, leitores e leitoras, no dia 23/7/2017 teremos este encontro epic level de três horas no Encounter Board Game Café para papearmos sobre este assunto tão legal.

Quer mais informações, preços, horários etc.? Clica na imagem abaixo!



As vagas já estão esgotando!

#GoGamers